BBC Brasil apresenta números incertos com relação ao crescimento das igrejas "inclusivas"


Segundo Luis Guilherme Barrucho, que assina a análise "Desafiando preconceito, cresce número de igrejas inclusivas no Brasil", encaradas pelas minorias como um refúgio para a livre prática da fé, as igrejas "inclusivas" - voltadas predominantemente para o público gay - vêm crescendo a um ritmo acelerado no Brasil, à revelia da oposição de alas religiosas mais conservadoras.

Apesar de correto em alguns aspectos - como a relação do crescimento das igrejas "inclusivas" com o aumento de políticas de combate à homofobia -, Barrucho exagera ao apresentar como sendo dez as denominações inclusivas, das quais participariam cerca de 10 mil adeptos. A questão é que, com exceção de grupos minoritários, como a Igreja Mel (Movimento Espiritual Livre) e a Comunidade Cristã Refúgio (que completará um ano em 03/06), os únicos dois movimentos de expressão nacional é a Igreja da Comunidade Metropolitana (de origem norte-americana e que está presente em Belo Horizonte, Fortaleza, São Paulo, Rio de Janeiro, Maringá, Divinópolis, Vitória e com projetos para Maceió) e a Igreja Cristã Contemporânea (de origem brasileira e com base no Rio de Janeiro - das sete igrejas apenas uma fica fora do Estado, em Belo Horizonte). Há, certamente, pequenos grupos (células) em atividade em diversas regiões do Brasil, mas inexpressivos do ponto de vista estatístico. O máximo que podemos chegar, com base nas denominações acima apresentadas, é algo entre 2 e 3 mil adeptos. Não mais!


Johnny Bernardo

é pesquisador, jornalista, escritor, colaborador da revista Apologética Cristã, do jornal norteamericano The Christian Post, do NAPEC (Núcleo Apologético Cristão de Pesquisas), palestrante e fundador do INPR Brasil (Instituto de Pesquisas Religiosas). Há mais de dez anos se dedica ao estudo de religiões, seitas e heresias, sendo um dos campos de atuação a religiosidade brasileira e seitas do mal.


É também o autor da matéria “Igreja Dividida, as fragmentações do Catolicismo Romano”, publicada no final de 2010 pela Revista Apologética Cristã (M.A.S Editora). Assina também a coluna Giro da Fé da referida revista.

Contato



pesquisasreligiosas@gmail.com
johnnypublicidade@yahoo.com.br



0 comentários:

Revista Povos

Revista Apologética Cristã

Gostou do conteúdo? Envie seu comentário

O Brasil será uma nação evangélica?

Receba as novidades do INPR Brasil em seu Email. Cadastre-se abaixo

 

Sample text

Sample Text

Sample Text

.